wrapper

Na noite desta quarta-feira (8), o Bangu desperdiçou a chance de conquistar uma vaga na Série D do Camponato Brasileiro, ao ser derrotado pelo Resende pelo placar de 3 a 1 no Estádio Giulite Coutinho em Mesquita. Os gols do Resende foram marcados por Geovane Maranhão, Capone e Jhulliam, enquanto Wendel descontou para o Bangu num gol polêmico, em que a arbitragem se enrolou, anulando e depois validando o gol alvirrubro.

O Bangu começou atacando. Vitão foi no fundo e fez o cruzamento, Wendel dentro da área, escorou para Matheus Pimenta, que se embolou e rolou para Raphael Augusto chutar em cima da defesa. O lance foi o único, pois o Resende foi melhor na marcação e agredia o Bangu com contra-ataques e bolas áreas. Em uma delas, aos 14 minutos, em falta cobrada de longe por Marcel, Márcio falhou, a bola bateu no travessão e Geovane Maranhão completou de cabeça para o gol.



Depois, Almir, destaque do Bangu na competição, tentava sozinho resolver. Em um lance, após driblar dois adversários, tentou o chute quando poderia rolar para Matheus Pimenta finalizar. O empate do Bangu aconteceu aos 24 minutos, em uma jogada confusa. Luís Felipe tentou completar de bicicleta, o bandeira marcou o impedimento e Wendel tocou para as redes quando todos pararam. O auxiliar Gabriel Conti Viana voltou atrás e validou o gol. Comissão técnica e jogadores foram para cima da arbitragem. A confusão durou nove minutos e terminou com o técnico Alfredo Sampaio expulso.

No lance seguinte Matheus Pimenta quase virou o jogo de perna esquerda. O Resende não se abateu, nem se desesperou com o lance. Continuou explorando jogadas pelas laterais. Em uma dessas voltou a frente do placar. Após cobrança de escanteio de Uallace do lado direito, a defesa alvirrubra ficou indecisa, Márcio saiu mal do gol e Capone cabeceou e a bola encontrou a trave antes de entrar: 2 a 1. O Bangu continuava desorganizado e pouco levou perigo ao gol defendido por Arthur.

A segunda etapa começou com o Bangu em cima do Gigante do Vale. Rafael Sales foi o primeiro a assustar. Depois foi a vez de Matheus Pimenta invadir a área, driblar o zagueiro e obrigar Arthur a fazer o seu primeiro milagre da noite. Depois o lance capital do jogo. Aos 11 minutos, Vitão acertou Geovane Maranhão com um carrinho por trás e foi expulso. O Bangu tentou jogar sem o lateral esquerdo e até melhorou. O time do Resende então se limitou a explorar os contra-ataques e os espaços deixados pela defesa do time de Moça Bonita.

O Alvirrubro começou a crescer e Almir a chamar a responsabilidade. O Camisa dez cruzou e Wendel não conseguiu completar para o gol. Depois invadiu a área e chutou três vezes a queima roupa e Arthur pegou todas as vezes. O camisa dez no lance seguinte tentou chutar, foi bloqueado e rolou para Raphael Augusto finalizar para outro milagre do arqueiro do Gigante do Vale.

Tanto ímpeto resultava em espaços na defesa. Aos 24 minutos, Almir rolou para Raphael Augusto, que soltou uma bomba, mas a bola bateu no travessão. No contra-ataque, o Resende matou o jogo. Em jogada de três contra dois, Jhulliam apareceu frente a frente com Márcio, escolheu o canto e guardou a bola no fundo das redes.

O Bangu não desistiu. Marcudinho, que entrou no lugar de Wendel, recebeu longo passe de Raphael Augusto, invadiu a área e foi derrubado: Pênalti para o Bangu. Na cobrança, Almir bateu forte e no lado direito de Arthur. O arqueiro adivinhou o canto e defendeu a bola, espalmando para escanteio antes de sair comemorando com os jogadores do Resende. O lance não desanimou o Alvirrubro, que ainda obrigou Arthur a fazer mais duas defesas em cruzamentos de Almir para a área. Porém, o placar se manteve até o fim e o Resende saiu vitorioso na partida.

 

Fonte: FutRio

Comente usando sua conta de redes sociais, yahoo ou hotmail

Comentários | Compartilhamento | Redes Sociais

Possa lhe interessar

  • Prev

Sobre

O nosso projeto prima por colher e fornecer conteúdos oriundos de nosso bairro e adjacências de forma cooperada em mídias digitais.

Integrar comércio, serviços, distribuidores, consumidores, etc., de forma simples com fácil acesso aos usuários, dedicando e mantendo à confiança e credibilidade.